Quinta, 25 de abril de 2024 hh:mm:ss

15 DIAS SEM SOLUÇÃO | Protesto em Alagoinha clama por Justiça e exige solução do caso que chocou toda região

Manifestação em Alagoinha cobra Justiça para caso ainda não solucionado

Publicado em 17 de outubro de 2023 às 10:07
Atualizado há 6 meses

ALAGOINHA (PE) – Ontem, dia 16 de outubro, uma manifestação marcada pelo tom de protesto ecoou nas ruas de Alagoinha, em resposta ao caso que permanece não solucionado há 15 dias: o brutal assassinato de Érika Lopes e o desaparecimento de Tiago Bezerra de Melo.

        A família, amigos e toda a comunidade estão aguardando ansiosamente por respostas e ação por parte das autoridades e do governo.

        A sociedade local também expressa sua perplexidade diante da lentidão nas investigações e na resolução deste caso, que tem chocado a cidade e toda a região circunvizinha.

        Alagoinha, uma pequena cidade do interior de Pernambuco, enfrenta uma séria escassez de recursos na área de segurança pública, contando apenas com dois policiais para atender todas as demandas da região. Essa situação precária tem gerado preocupações sobre a eficiência das investigações e a garantia da segurança dos cidadãos.

VEJA VÍDEO

A ESPERA ANGUSTIANTE POR RESPOSTAS

        O caso que abalou a comunidade de Alagoinha envolve o desaparecimento do casal composto por Érika Lopes e seu marido, Tiago Bezerra de Melo. Ambos eram moradores locais e desapareceram de forma misteriosa na última terça-feira, dia 3 de outubro, deixando seus entes queridos em agonia e incerteza. De acordo com familiares, o casal tinha o hábito de visitar diariamente uma propriedade no Sítio São José, nas proximidades do Sítio Santa Rosa, na zona rural de Alagoinha, onde cuidavam das plantas. No entanto, desde aquela fatídica terça-feira, as tentativas de contato com o casal foram infrutíferas, aumentando a preocupação de todos.

A tragédia assumiu contornos ainda mais sombrios quando, na madrugada da quinta-feira, dia 5 de outubro, o corpo de Érika Lopes foi descoberto próximo à segunda entrada de Lage Grande, um distrito de Alagoinha conhecido tristemente como o “corredor da morte.” Essa descoberta macabra só intensificou a angústia e a tristeza na cidade, que agora enfrenta a incerteza do paradeiro de Tiago Bezerra, o marido da vítima.

As autoridades policiais têm se empenhado nas investigações, mas até o momento, muitas perguntas permanecem sem respostas definitivas. Em uma entrevista concedida a uma rádio local, o Tenente Coronel Sena confirmou a existência de um suspeito, mas o mistério continua a envolver esse caso que abalou profundamente a comunidade de Alagoinha.

A NECESSIDADE DE RESPOSTAS E AÇÃO

        O protesto que ocorreu em Alagoinha nesta segunda-feira, 16 de outubro, demonstra a crescente insatisfação e a busca por justiça por parte da comunidade. Os manifestantes clamam por respostas concretas, uma investigação eficaz e ações imediatas por parte das autoridades e do governo estadual.

A governadora de Pernambuco é pressionada a fornecer uma resposta apropriada a este caso, uma vez que a impunidade pode servir de incentivo para que criminosos continuem cometendo atrocidades na região. A segurança da população e a resolução desse caso são prioridades que não podem ser negligenciadas.

A comunidade de Alagoinha permanece unida e solidária, aguardando com esperança que a justiça seja feita e que o mistério que envolve o desaparecimento de Tiago Bezerra de Melo seja solucionado. Enquanto isso, as autoridades devem agir com urgência para garantir a segurança da região e esclarecer os fatos que chocaram toda a cidade.



Fonte: Tv Alagoinha-PE
Imagem: Daiana Santos



@raquellyraoficial
@girosocorrope
@novaliderfm
@@radioetvbrasil
@tvasabrancaoficial
@oficialmaldonado
@flaviojjardimrevistapoder

#crime #assassinato #morte #noticias #jornal #policia #governo

Saiba Mais no Portal www.flaviojjardim.com.br (link nos stories).

Voltar ao topo