Domingo, 17 de outubro de 2021 hh:mm:ss

APARIÇÕES EM 1936 | Igreja Católica admite que pesqueirense deve ter visto Nossa Senhora da Graça

Em 1936, duas meninas teriam visto e falado com Nossa Senhora, na Aldeia Guarda, na Vila de Cimbres, em Pesqueira. Hoje (13 de outubro de 2021), 85 anos depois, a Igreja admite que Irmã Adélia pode ter visto Nossa Senhora da Graça

Publicado em 13 de outubro de 2021 às 18:08
Atualizado há 4 dias

PESQUEIRA (PE) – 85 anos se passaram até que a Igreja Católica se pronunciasse oficialmente sobre as aparições de Nossa Senhora no Sítio Guarda (Aldeia Guarda), no distrito da Vila de Cimbres, área rural de Pesqueira, no agreste de Pernambuco, a 214 quilômetros do Recife.  

       Hoje, 13 de outubro de 2021, a Igreja Católica falou de forma oficial sobre o caso. Duas meninas sempre afirmaram terem falado, conversado e até recebido orientações para orações de Nossa Senhora.

A menina Maria da Luz Teixeira de Carvalho que, muitos anos depois, se tornou a Irmã Adélia, pode ser a primeira santa de Pernambuco. Uma carta será encaminhada em novembro para o Vaticano no intuito de agilizar os processos de beatificação e canonização da Irmã Adélia. A Pesqueirense pode, em alguns anos, se tornar a primeira Santa de Pernambuco.

       Inicialmente, o processo, que foi aberto em 2019, pode colocar Irmã Adélia como Beata e depois tramitação se estende para a canonização. A cidade de Pesqueira está reluzente com a notícia.

MORTE

       A garota Maria da Luz Teixeira, a Irmã Adélia, morreu aos 91 anos, em 13 de outubro de 2013, ou seja, há exatos 8 anos. Ela integrou o Instituto das Religiosas da Instrução Cristã.

       Ao longo de toda vida, afirmou ter presenciado as aparições de Nossa Senhora em 1936, em Pesqueira. Hoje (13 de outubro), 85 anos depois, a Igreja Católica admitiu oficialmente, “que ela pode de fato” ter visto Nossa Senhora da Graça.

       Também nesta quarta-feira (13), o bispo da Diocese de Pesqueira, Dom José Luiz Ferreira Salles, apresentou a Segunda Carta Pastoral. Neste documento estão detalhadas as prováveis aparições de Nossa Senhora da Graça, o distrito da Vila de Cimbres, em Pesqueira.

       O bispo foi taxativo ao dizer que “A carta é uma declaração de amor do pastor ao seu povo” e que “o local é repleto de ‘sobrenaturalidade’. Nós assumimos Cimbres como um local pastoral”, frisou Dom José.

       O bispo diz ainda que “Não existe alguém que tenha visto Nossa Senhora que não seja santo. Deus vai dando a graça e as pessoas vão acolhendo essas graças. A carta pastoral mostra que ela teve essa profunda experiência com Deus”, declarou o bispo.

APARIÇÕES NA SERRA EM 1936

       Durante as aparições de Nossa Senhora da Graça, na Aldeia Guarda, duas meninas (Maria da Luz e Maria da Conceição) sempre afirmaram que Nossa Senhora enviava mensagens para o povo.

       Após as aparições, segundo livros, declarações e a própria Carta Episcopal, as meninas não foram compreendidas. “Os moradores da área não acreditaram e os pais de Maria da Luz (Irmã Adélia) procuraram um bispo alemão”.

       Foi então que tudo se tornou mais complexo. “O padre fazia perguntas nos idiomas Latim e Alemão e Nossa Senhora respondia para as meninas em português”, dizem os relatos.

       Anos mais tarde, após silenciar sobre as aparições, Maria da Luz (Irmã Adélia) ingressou no Instituto das Religiosas da Instrução Cristã. Lá, depois de muito anos, Irmã Adélia recebeu um diagnóstico de câncer e, temendo ter pouco tempo de vida, decidiu relatar as aparições. Ela voltou, então, a Cimbres

MILAGRE NA CADEIRA DE RODAS

       Foi lá que, bastante debilitada e uma cadeira de rodas, teve nova visão com Nossa senhora. Ela foi curada e voltou a falar. O silêncio foi rompido e voltaram as peregrinações.

       O processo de beatificação e canonização da Irmã Adélia foi aprovado pela Regional Nordeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e segue para o Vaticano. A primeira Santa Pernambucana pode ser de Pesqueira, onde em 1936, Nossa senhora apareceu para duas meninas.

AS MENINAS VIDENTES: EM 1936, MARIA DA LUZ E MARIA DA CONCEIÇÃO DISSERAM TER VISTO EFALADO COM NOSSA SENHORA.
SANTUÁRIO DA GRAÇA, SITUADO NA ALDEIA GUARDA, NA VILA DE CIMBRES, NA ZONA RURAL DE PESQUEIRA.
Voltar ao topo