Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora. Encontro emocionante das duas filhas com a mãe aconteceu hoje (24) à tarde na rodoviária de Pesqueira.

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora

     As filhas à procura da mãe. A distância de milhares de quilômetros, a saudade de 25 anos e um reencontro emocionante na rodoviária de Pesqueira.

      A história de Josefa Maria da Silva (Lorinha), 72 anos, e suas duas filhas: Sônia Maria da Silva Oliveira, 50 anos, e Lourdinha Maria da Silva Oliveira, 53 anos, é recheada de emoções e parece tema de novela.

      Durante 25 anos, mãe e filhas viveram separadas. Com as duas filhas ainda de berço, o pai as levou para a Bahia. Há pouco tempo, ele faleceu vítima de câncer de cérebro e as duas filhas passaram a procurar a mãe.

      As únicas informações que tinham eram do último paradeiro da mãe, em Buíque. Depois de meses de procura e, com a ajuda do Facebook, as duas filhas obtiveram informações de que ela estava morando no povoado de Cacimbão, em Pesqueira.

      Através de muitos contatos, finalmente elas tiveram a certeza que era a mãe delas que estava em Cacimbão. Marcaram encontro e, hoje à tarde, o reencontro foi emocionante na rodoviária de Pesqueira.

      Elas choraram, se emocionaram e abraçaram a mãe, Josefa Maria da Silva (Lorinha), e já seguiram para Cacimbão, onde vão passar alguns dias e matar a saudade da mãe. Elas não lembravam nem o rosto da mãe, por que foram separadas quando ainda eram muito pequenas.

      “Na hora que elas mantiveram contato eu já comecei a chorar. Mas marcaram para hoje o reencontro na rodoviária de Pesqueira”, disse   Josefa, em lágrimas.

      As filhas começaram a manter contato por telefone e pela internet e tiveram pressa em se conhecer. Foram alguns meses até o encontro.

 

ANJO

 

      A professora Suliana Galvão foi como um anjo para o reencontro. Os primeiros contatos foram feitos pelas filhas de Dona Josefa que, através amigos, souberam que existia uma senhora que morava em Cacimbão e que procurava as filhas que não via há 25 anos.

      As filhas mantiveram contato pelas redes sociais com a professora Suliana, que é cunhada de uma sobrinha de dona Josefa, e conseguiram marcar o reencontro. Elas, finalmente se encontraram hoje à tarde na rodoviária de Pesqueira.

      As filhas já estão com dona Josefa, no povoado de Cacimbão.

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora

NA FOTO ACIMA, AS DUAS FILHAS COM A TIA, QUE CONHECERAM AQUI EM PESQUEIRA

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora

Após 25 anos, filhas encontram a mãe em Pesqueira, com a ajuda de uma professora

ANJO - A professora Suliana Galvão, que mora em Cacimbão, ajudou a realizar o reencontro das filhas com a mãe, em Pesqueira.  

Publicado por
em

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados