Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

Corpo do índio Xukuru é encontrado na mata, em Pesqueira

Corpo do índio Xukuru é encontrado na mata, em Pesqueira
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Corpo do índio Xukuru é encontrado na mata, em Pesqueira. Ele estrava desaparecido desde a quarta-feira (18) e foi encontrado sem vida, neste domingo no final da manhã.

Corpo do índio Xukuru é encontrado na mata, em Pesqueira

      Após uma grande operação que envolveu bombeiros, policiais militares e a própria comunidade, o corpo do índio José Cícero Salustiano das Montanhas, 49 anos, foi encontrado em estado de decomposição, neste domingo (22) no final da manhã. O índio estava desaparecido desde a quarta-feira e só hoje foi encontrado, no território indígena, em Pesqueira.     

     Segundo familiares, o índio estava em estado de depressão profunda e foi visto pela última vez saindo correndo em direção à mata. A família pediu o apoio da prefeita de Pesqueira, Maria José, que prontamente acionou o comando do Corpo de Bombeiros, no Recife. Viaturas chegaram a Pesqueira e iniciaram as bucas.

     Familiares registraram uma ocorrência e desde então, foi feita uma verdadeira varredura em toda a área, inclusive no Açude Santana. Cães farejadores e mergulhadores estavam envolvidos nas buscas.

      O corpo foi encontrado no matagal em estado de decomposição e a polícia está investigando a causa da morte. Os bombeiros concentraram as atividades nas margens do Açude Santana e na mata das imediações, principalmente da Aldeia Lagoa.

      Após dois dias de intenso trabalho de buscas, finalmente o corpo foi localizado. De acordo com familiares, o homem tinha histórico de depressão e saiu de casa correndo, aparentemente, com um surto psicótico.

 

MORADORES AJUDARAM

 

       Outro grupo do Corpo de Bombeiros chegou em Pesqueira hoje pela manhã e iniciaram os trabalhos de buscas. Como grande parte da área já tinha sido revistada, hoje ficou mais fácil de localizar o índio. Até o momento não se pode dizer a causa mortis.

       Os moradores da Aldeia Lagoa ajudaram nas buscas. Açúcar, um líder comunitário, colaborou intensamente para o sucesso do trabalho. Açúcar disse os cães farejadores deram uma volta total no açude Santana.

       Três viaturas do Corpo de Bombeiros participaram das buscas e, infelizmente, o corpo do índio foi achado na mata. (Meus amigos achamos nosso primo, infelizmente sem vida, agradeço a todas as pessoas que nos ajudaram na busca, que Deus o tenha meu primo em um bom lugar. Quem encontrou foi eu e meu primo Cicinho. Estava a uns quinhentos metros, dentro da mata, próximo a casa”, revelou Açúcar.

 

Publicado por
em

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados