Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

Jéssica, a guerreira de Givanildo Silva

Jéssica, a guerreira de Givanildo Silva
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Jéssica, a guerreira de Givanildo Silva. O radialista está bem, dentro do quadro que se encontra, mas não pode receber visitas ainda. A esposa, Jéssica Gomes da Silva, é exemplo de companheirismo e amor.

Jéssica, a guerreira de Givanildo Silva

       “Na Saúde e na Doença”. O trecho dito pelo sacerdote ao celebrar um casamento é muito fácil de aceitar... Na teoria. Na prática, segundo uma pesquisa recente das universidades de Stanford e Utah e pelo centro de pesquisa Seatle Care Alliance, nos Estados Unidos, a taxa de separação é alta em casais quando um dos dois membros do enlace fica doente.

       Em Pesqueira, Jéssica Gomes da Silva, esposa do radialista Givanildo Silva, é exemplo do companheirismo e amor. Desde que Giva sofreu um grave Acidente Vascular cerebral (AVC), Jéssica se doou. Sempre presente, cuidou, foi atrás, chorou, mas ficou firme.

       Ao longo de quase sete meses da internação do radialista, ela sempre acreditou em Deus, fez correntes de orações, e sempre disse uma frase “Deus tem um propósito para mim e para Givanildo”.

       Ontem, o radialista Givanildo Silva teve alta do hospital e veio para Pesqueira. Segundo Jéssica, “ele está bem dentro do quadro em que se encontra. Mas, no momento, as visitas ainda estão restritas, por ele ter passado muito tempo hospitalizado”, revela Jéssica.

       Por conta também da imunidade, Jéssica, depois de ouvir os médicos, acha melhor esperar mais um tempo para essa nova fase. Givanildo está se recuperando lentamente. O forte AVC, claro, deixou sequelas, mas segundo Jéssica “tudo será lentamente”.

 

AMOR

 

       O casamento pode ser um desafio, e quando um dos cônjuges passa a sofrer de uma doença crônica e o outro continua saudável os problemas podem aumentar. Mas, muitos casamentos sobrevivem, e até ficam mais fortes, mesmo quando o casal tem de enfrentar uma doença.

       Então, qual é a chave para a felicidade nessas circunstâncias? Para começar, os que têm contentamento e satisfação em seu casamento encaram a doença não como um problema apenas do cônjuge doente, mas de ambos como casal.

       Afinal, se um está doente, os dois são afetados profundamente, mesmo que de maneiras diferentes. Essa relação de dependência entre marido e mulher é descrita em Gênesis 2:24: “O homem deixará seu pai e sua mãe, e tem de se apegar à sua esposa, e eles têm de tornar-se uma só carne.” Assim, quando um dos cônjuges está passando por uma doença física prolongada, é vital que tanto o marido como a esposa trabalhem juntos para lidar com esse desafio.

       No caso específico de Pesqueira, Jéssica mantem um bom relacionamento ao enfrentar essa circunstância. “Melhor é serem dois do que um”, diz Eclesiastes 4:9. Por quê? O versículo 10 explica: “Se um cair, o outro levanta o seu companheiro.”

       O fato é que Jéssica Gomes da Silva mostra-se uma gigante. Sempre esteve ao lado do marido, decidiu aceitar a vontade de Deus. Givanildo se recupera e isso já é uma dádiva divina, uma nova oportunidade para viver e conquistar a saúde plena. A atenção, o carinho, o amor, o cuidar de Jéssica, sem dúvidas, são excelentes complementos nessa recuperação de Givanildo Silva.

Publicado por
em

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados