Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

João Galindo fala pela primeira vez, em entrevista, da gravíssima cirurgia

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

João Galindo fala pela primeira vez, em entrevista, da gravíssima cirurgia. Vereador de Pesqueira conta como foi infarto, diz que está “muito bem” e relata o que o mudou em sua vida.

João Galindo fala pela primeira vez, em entrevista, da gravíssima cirurgia

       O vereador João Galindo é, antes de tudo, um forte. Passou por momentos difíceis, em abril, quando pensou até que ia morrer. Começou a trabalhar muito cedo e acha “estranho” ficar em repouso, mesmo após a cirurgia de mais de quatro horas a que foi submetido.

       Reconhecido como muito atuante na Câmara de Pesqueira e no INSS, o vereador teve que paralisar suas atividades nas últimas semanas depois que sofreu um infarto agudo. A situação foi aterrorizante.

       Ele participava da Sessão Solene da Casa Anízio Galvão alusiva aos cem anos do Colégio Santa Dorotéia quando sentiu-se mal. Com fortes dores na caixa torácica, tonto, pálido e suando muito, se dirigiu às pressas ao banheiro e achou que ia morrer. Ele fechou a porta e não conseguia sair.

       Não tinha forças para abrir. Um funcionário do CSD teve que arrombar a porta para retirar o vereador, que já não aguentava as fortes dores. Foram momentos de agonia.

       Após alguns minutos, um pouco melhor, ainda conseguiu dirigir o próprio veículo até o hospital Dr. Lídio Paraíba, em Pesqueira. Ao dar entrada e ser examinado, os médicos preferiram transferi-lo para Arcoverde. Como a situação era gravíssima, foi removido para Caruaru.

       Em um hospital de Caruaru, o paciente foi submetido a um cateterismo, mas os médicos afirmaram que o caso era de cirurgia de coração. Como João Galindo estava enfartado, e precisava da operação com urgência, decidiram levá-lo para o Recife. “Os médicos achavam que a situação poderia se complicar, contudo a família optou pela viagem”, lembra a esposa Gorette Oliveira.

       Porém, a difícil decisão salvou a vida de João Galindo. “Lá, os médicos disseram que eu tinha 98% de chances de sobreviver... isso me acalmou mais”, diz.

       Já internado no Hospital São Marcos, no Recife, foram feitos os preparativos e uma equipe do Hospital Português fez a cirurgia, considerada altamente eficaz.

       O procedimento cirúrgico (colocação de duas pontes de safenas e uma mamária) durou mais de quatro horas e foi um sucesso. No dia seguinte, João se recuperava muito bem no pós-operatório e hoje, 28 de maio de 2019, concedeu, em sua casa, a primeira entrevista em Pesqueira, ao Site Flávio J Jardim – Notícia Verdade.

       Aos 63 anos de idade, João Galindo disse que tem o dever de agradecer a todo o povo de Pesqueira, aos amigos, aos eleitores, à sua família e, principalmente à sua esposa Gorette Oliveira, em público. Isso aconteceu sob forte emoção, quando João Galindo mostrou-se renovado em tudo, inclusive na fé em Deus. “Ganhei uma nova oportunidade de vida”, disse, emocionado.

João Galindo fala pela primeira vez, em entrevista, da gravíssima cirurgia

       O vereador João Galindo respondeu a várias perguntas. Por conta da cirurgia, sua voz ainda está um pouco cansada e suas declarações foram cheias de sentimento. Ao falar sobre as mudanças que vieram após a cirurgia, ele diz categoricamente que “a espiritualidade aumenta muito após um caso como esse” e que “Deus me deu mais uma chance de vida”.

       João diz que se preparou psicologicamente antes de entrar na sala de cirurgia, mas na hora “senti a presença de Deus e não tive o menor temor”, revela.

       Após acordar da cirurgia, ficou consciente e acompanhou passo a passo até ir para a enfermaria. Com emoção, João Galindo conta que o apoio da família e da esposa foram “fundamentais”. “Me deram mais segurança e fé. Tudo transcorreu bem graças ao apoio que tive”.

       O “novo” João Galindo, diz que Deus o ajudou muito por que “eu devo ter uma missão aqui na terra”. Ele diz ainda que “Tornei-me uma pessoa melhor”.

       O pós-operatório está sendo seguido ao pé da letra pelo paciente João Galindo. São várias recomendações: caminhada todos os dias, alimentação balanceada e medicamentos. Ele deve ficar mais 90 dias em recuperação até voltar às suas atividades normais.

       Ele agradece a Deus, aos amigos e, especialmente à sua esposa Gorette Oliveira e suas duas filhas, sua família que lhe deram total apoio no momento tão crucial de sua vida.

 

Ouça a mensagem que João Galindo enviou ao povo de Pesqueira:

João Galindo fala pela primeira vez, em entrevista, da gravíssima cirurgia

Publicado por
em

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados