Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

Meteorito caiu em Alagoinha há 95 anos

Meteorito caiu em Alagoinha há 95 anos
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter

Palestra marcou as comemorações em aniversário aos 95 anos da queda do meteorito em Alagoinha, que é considerado um dos três mais importantes eventos da astronomia brasileira

Meteorito caiu em Alagoinha há 95 anos

        1º de outubro de 1923. Um objeto atravessou o horizonte, deixando um longo rastro branco em seu caminho que podia ser visto a vários quilômetros de distância, e caiu na Serra do Magé, em Alagoinha.

        Os moradores, por cerca de 3 minutos, ficaram aterrorizados com o barulho ensurdecedor. Muitos pensavam que era o Fim do Mundo ou a chegada do apocalipse. Mulheres e idosos rezavam e as crianças choravam. Até hoje, o evento é conhecido como “Dia do Estrondo” e elenca as dezenas de casos sobrenaturais que acontecem no município.

        Segundo o Professor Luciano Jaques da Morais, o meteorito caiu às 11h do dia 1º de outubro de 1923, na Serra do Magé, Alagoinha, que era distrito de Pesqueira. Há 95 anos o meteorito caiu, mas muitos segredos ainda não foram descobertos sobre o evento astronômico.

        Também no Sítio cacimbinha, situado ao norte da mesma serra, ocorreu uma queda de fragmentos do mesmo meteorito, que deixou muitos moradores em pânico.

        “O meteorito, numa distância de 60 km, seguiu uma trajetória sudeste para noroeste, passando por cima de Garanhuns e indo explodir na Serra do Magé”, relata.

        “As pessoas que presenciaram o fenômeno afirmaram ter ocorrido primeiro um clarão como se fosse um relâmpago, seguido de uma forte trovoada, um grande estrondo e outros menores. Tudo isso durou cerca de três minutos”, diz ele.

        “Ao explodir, o meteorito, que é essencialmente pedregoso, pertencente ao grupo dos assideritos, denominados de pedras meteóricas ou aerólitos, se dividiu numa enorme quantidade de fragmentos, que caíram como se fosse uma chuva de pedras. Durante a queda, eles desprendiam gases, uma espécie de fumaça”, relata.

        Os fragmentos do referido meteorito são de tamanho variável, medindo os maiores de 7 a 10 centímetros de lado. A maioria das amostras tem menos de 5 centímetros de lado”, diz  

O fenômeno foi observado no trecho entre Garanhuns, Alagoinha e Pesqueira, mas foi notado em diversas outras cidades, vilas, povoados e sítios da região e, até em Serra Talhada (vila Bela).

        O efeito da queda deste meteorito foi bastante notável. Nos lugares próximos a Serra do Magé e Garanhuns, o gado se espantou e fugiu no meio da mata. O povo ficou tomado de pânico e saiu de casa apavorado.

        Em Garanhuns, devido ao grande deslocamento de ar produzido pela explosão, diversos prédios tiveram as vidraças partidas e objetos derrubados das prateleiras.

        Na Serra do Magé e em Cacimbinha, em algumas casas caíram fragmentos do meteorito em cima dos Telhados. Apenas em uma casa houve telhas quebradas.

 

COMEMORAÇÕES

 

        Além de uma palestra em Alagoinha, houve a mostra do livro do mestre Carlos Alberto Galindo de Medeiros “Confusão e Astronomia na Floresta”, um livro lúdico, dedicado às crianças, mas que relata a caída do meteorito de Alagoinha em 1923.

Carlos Alberto destacou a importância do evento no país, que está entre os três mais importantes meteoritos do Brasil.

        A caída do meteorito em Alagoinha é tão importante para a comunidade científica que alunos do curso de Licenciatura em Física do IFPE - Campus Pesqueira visitaram a cidade, há alguns anos, para fazer estudos. Acompanhados pelos responsáveis Antônio Carlos Miranda (UFRPE), José Roberto Tavares de Lima (IFPE) e Mário Antônio Alves Monteiro (IFPE), a visita foi programada para que fossem divulgados os conhecimentos de Astronomia que o fenômeno envolve.

 

Meteoro ou meteorito?

        Quando um corpo rochoso vem do espaço e entra na atmosfera, ele é inicialmente chamado pelos astrônomos de meteoro. Caso ele comprovadamente atinja o solo, em vez de se desfazer em atrito com a atmosfera, ele passa a ser classificado de "meteorito".

Meteorito caiu em Alagoinha há 95 anos

Meteorito caiu em Alagoinha há 95 anos

Meteorito caiu em Alagoinha há 95 anos

Meteorito caiu em Alagoinha há 95 anos

 

Publicado por
em

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados