Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

Pesqueira municipaliza o trânsito e está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

Pesqueira municipaliza o trânsito e está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Pesqueira municipaliza o trânsito e está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT). Um amplo trabalho de reordenamento do centro e orientação dos motoristas será deflagrado pela prefeitura.

Pesqueira municipaliza o trânsito e está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

      Foi publicada do Diário Oficial da União (DOU) de hoje (23 de setembro), a portaria que integra Pesqueira ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT), por meio da Diretoria de Trânsito e Transporte de Pesqueira (DTTRANSP).

      Uma grande conquista da gestão da prefeita Maria José para Pesqueira, uma vez que várias administrações municipais tentaram municipalizar o trânsito, mas sempre esbarravam em problemas de documentação ou na burocracia. A prefeita exigiu que sua equipe trabalhasse redobrado para conseguir a habilitação e hoje, 23, chegou o resultado: finalmente Pesqueira tem seu trânsito municipalizado.

      A prefeita Maria José informou que a municipalização é necessária para combater as irregularidades, reorganizar e reordenar o trânsito nas ruas e melhorar o fluxo dos veículos. “Pesqueira dá um grande salto para o desenvolvimento urbano”, comemorou a prefeita.

Pesqueira municipaliza o trânsito e está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

 

O QUE MUDA?

 

      Com a municipalização, segundo o secretário de Governo, Evaldo Rosa, a prefeitura passa a ter responsabilidade sobre o trânsito. Ele destaca que “a prefeitura conhece melhor a cidade e pode reordenar todo o tráfego, facilitando a ida e vinda de veículos nas ruas e desafogando vias que ficam intransitáveis na hora do rush”.

Pesqueira municipaliza o trânsito e está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

      O secretário Evaldo lembrou ainda que a prefeita pediu atenção redobrada de toda a equipe para que a municipalização fosse aprovada. O secretário disse que a união da prefeitura a Câmara de Vereadores de Pesqueira foi essencial para tudo isso fosse possível.

      Com a publicação no Diário Oficial, Pesqueira fica habilitada a municipalizar seu trânsito. Um amplo trabalho de disciplinamento será deflagrado pela prefeitura para ordenar o trânsito da cidade. Evaldo afirma que “todo um trabalho de orientação educacional aos motoristas será iniciado e, só após, quem desrespeitar será penalizado com a aplicação de multas”.

      “Não será uma indústria de multas, mas quem não seguir as normas sentirá o peso da Lei”, acrescenta.

       O município cresceu e a quantidade de veículos aumentou de forma vertiginosa. Com o reordenamento, acidentes podem ser evitados e espera-se acabar com os engarrafamentos inconvenientes. A municipalização vai também educar o motorista para que ele não pare ou estacione seu veículo em local proibido.

       Vai disciplinar o transporte coletivo municipal, intermunicipal e interestadual, fixar pontos de ônibus, de taxis e moto-taxis, além de regularizar locais de carga e descarga.

      A prefeitura dispõe de um Departamento de Trânsito organizado e já iniciou o trabalho de estudo da reordenação do trânsito. São 5 agentes de trânsito e 8 guardas municipais habilitados para desenvolver a tarefa.

      Nos próximos dias, uma ampla campanha de orientação educacional será direcionada para os motoristas e pedestres. “Não queremos uma máquina de multas, mas sim um trânsito humano, disciplinado e regulamentado”, finaliza Evaldo Rosa.  

 

DEPARTAMENTO

 

      Já o Major Carlos Leonardo Bastos, que é Diretor de Trânsito da prefeitura, ressalta que “a portaria do Denatran (4 104) veio corroborar a municipalização e a integração de Pesqueira ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT), dando autonomia para gerir seu trânsito de forma plena e também para firmar convênios com outras entidades afins, como o DETRAN, Polícia Militar, EPTI (Empresa Pernambucana de Transportes Municipais) e o DNIT”, explica.

Pesqueira municipaliza o trânsito e está integrado ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

“Com a municipalização, a prefeitura poderá fazer também, através do DTTRANSP, fiscalizações de operações e realizar autos de infrações com seus agentes, instituindo taxas de serviços. Vamos também reestabelecer a Zona Azul, a Zona Marrom, que trata de carga e descarga, e outros serviços a serem implementados”, destaca Major Leonardo.

Publicado por
em

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados