Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

Pesqueira “perde disputa” pela Fábrica de Jeans.

Pesqueira “perde disputa” pela Fábrica de Jeans.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Pesqueira “perde disputa” pela Fábrica de Jeans. Apesar das tentativas de Pesqueira captar o investimento estimado em R$ 75,3 milhões, que iria gerar 290 empregos diretos e mais centenas de indiretos, a planta industrial vai para Bezerros.

Pesqueira “perde disputa” pela Fábrica de Jeans.

       Juro que não queria escrever essa reportagem... Mas...

       Com menor força política, o município de Pesqueira acabar de “perder” a disputa pela instalação da Pernambuco Têxtil Indústria e Comércio Ltda., a tão sonhada indústria têxtil de jeans, que anunciou sua instalação em Bezerros.

       Tudo foi feito pela prefeitura de Pesqueira, pelo deputado estadual João Eudes (que fica sem mandato em 2019) para que a indústria fosse instalada em Pesqueira, desde incentivos fiscais, doação de terreno e até a escavação de poços para suprir o abastecimento da industrialização e beneficiamento do tecido de jeans.

       Tudo mesmo. Mas, após a reunião da 103ª reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (CONDIC), realizada na AD-Diper, os empresários “esfriaram” com Pesqueira e passaram a apostar na instalação em Bezerros.

       Após essa reunião, no Recife, o deputado João Eudes ligou diversas vezes para o empresário Camilo Brito e para o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado que “evitavam falar no assunto”.

       Após alguns dias, no entanto, o site da Prefeitura de Bezerros já comemorava a instalação da Pernambuco Têxtil Indústria e Comércio na cidade, em sua página oficial. Inclusive postava fotos de uma reunião entre representantes da empresa, o superintendente Camilo Brito, o procurador do município de Bezerros, Marcos Baihé, e o secretário de Governo, Josevânio de Miranda.

       Da AD-Diper, segundo o site, participaram o diretor-presidente, Antônio Xavier, a gerente de investimentos, Marcela Cardoso, e o gerente de incentivos fiscais, Bruno Lira.

       Pronto. Mais um capítulo dessa triste história estava escrito: a indústria não viria mais para Pesqueira. Os empresários alegaram o quesito água. Mas, mesmo a Compesa tendo proibido o uso industrial das águas do Rio São Francisco, as autoridades de Pesqueira conseguiram a escavação de poços que supririam a produção e beneficiamento do tecido de jeans.

       Para enterrar de vez o sonho de Pesqueira em sediar a fábrica, o Governo do Estado fez uma audiência pública, na cidade de Bezerros, que foi o primeiro passo para concretizar a obra da Adutora de Serro Azul, um investimento de R$ 200 milhões, recursos do Governo do Estado e Compesa, com o financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

       A adutora vai sair da Barragem Governador Eduardo Campos, em Palmares, até o ponto de interligação com a Adutora do Agreste, entre os municípios de Caruaru e Bezerros. O prazo de conclusão da Adutora de Serro Azul é março de 2019. Assim, Bezerros terá água em abundância. Mas não foi, necessariamente, o quesito água. Rolou política.

Pesqueira “perde disputa” pela Fábrica de Jeans. 

POLÍTICA?

 

       Apesar das tentativas de Pesqueira captar o investimento estimado em R$ 75 milhões, muito se comenta nos bastidores políticos sobre a decisão da empresa de “desistir” da Terra do Doce e da Renda.

       A não-reeleição do deputado João Eudes teria enfraquecido a força política de Pesqueira na Assembleia e, consequentemente, em setores do Governo do Estado. Ainda assim, se fala no “malabarismo” político que o município de Bezerros fez nas últimas eleições para apoiar, maciçamente, os candidatos indicados pelo Palácio Campos das Princesas.

       Integrantes da classe política de Pesqueira dizem, categoricamente, que acharam, no mínimo, “estranho” os deputados federal (Danilo Cabral) e estadual (Waldemar Borges) serem apoiados maciçamente por quase todo o grupo político de Bezerros.

Pesqueira “perde disputa” pela Fábrica de Jeans.

       E, Bezerros, logo após as eleições, como num passe de mágica, resolver o problema da água para a empresa ir para o município. Membros da classe política de Pesqueira acreditam que tudo não passou de um “toma-lá-dá-cá”.

       Essas questões foram levantadas por que “estava tudo certo para a fábrica ser instalada em Pesqueira”, como disse um membro do próprio Governo. E, num piscar de olhos, os empresários anunciam que escolheram Bezerros para sediar a Pernambuco Têxtil.

       Outros fatores podem ter contribuído para a decisão do grupo. O apelo por melhores condições tributárias é voz corrente entre líderes empresariais para aumentar a competitividade daquela microrregião.

       Mas, vale lembrar que todas as demandas da empresa foram atendidas por Pesqueira. Além de incentivos fiscais, foi disponibilizada uma área estratégica às margens da BR-232 e até a implantação de uma “sulanca” no prédio onde seria a CEASA em Pesqueira.

       A fritura de Pesqueira foi tão notória que os membros do CONDIC se apressaram em anunciar “investimentos para vários municípios do interior” e citaram Pesqueira sem mencionar quais seriam os projetos.

       Resumindo, Pesqueira ficará sem a fábrica de jeans. Triste.

Publicado por
em

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados