Voltar ao topo

FLÁVIO J JARDIM - NOTÍCIA VERDADE

Pesqueira: Vereadores derrubam projeto que regulamentava fogos de artifício

Pesqueira: Vereadores derrubam projeto que regulamentava fogos de artifício
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Pesqueira: Vereadores derrubam projeto que regulamentava fogos de artifício. Com 11 votos contra, projeto de Lei não é aprovado na Câmara, mesmo com manifestações.

Pesqueira: Vereadores vetam projeto que proibia fogos de artifício

       Os vereadores da Câmara de Pesqueira não aprovaram o projeto de lei, de autoria da Vereadora Valéria Alves que regulamentava a queima, soltura e manuseio de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos em Pesqueira.

       O projeto teve 11 votos contra, dois a favor, uma abstenção e o presidente não vota. A não aprovação do projeto frustrou muitos familiares de portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA), que estavam no plenário na Casa Anísio Galvão, na segunda-feira.

       “Parentes de idosos, de pacientes e donos de bichos de estimação também estiveram na sessão, mas nem os cartazes que a gente trazia em punho sensibilizaram os vereadores”, disse uma mãe de uma criança autista.

       Segundo a vereadora Valéria Alves, o projeto foi idealizado visando o bem-estar dos idosos, enfermos, crianças e animais que sofrem com o barulho do estampido dos artefatos.

      “O barulho de fogos destes fogos causa muitos transtornos a pessoas portadoras de autismo, a crianças, idosos, enfermos e também aos animais”, explicou Valéria. Segundo ela, “os espetáculos de luzes são lindos e devem seguir existindo, mas com fogos de artifício silenciosos, sem o ruído que causa tantos prejuízos”.

      O pré-projeto pretendia regulamentar o manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos de estampidos e de artifícios, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso em Pesqueira. A medida previa também multa para quem infringisse à lei.

 

AUTISTAS SOFREM

 

      Pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) são extremamente sensíveis a sons e podem ter “dificuldade na interpretação de informações sensoriais recebidas”, o que acarreta ansiedade e medo, diz a vereadora.

      A Organização Mundial de Saúde (OMS) comprova que milhares de pessoas são internadas anualmente para tratamento devido a acidentes com fogos de artifício. “A poluição sonora provocada pelos fogos de artifício também causa perturbação a pacientes de clínicas e hospitais, acarretando risco à vida humana”, justifica Valéria.

      “Os bichos de estimação, principalmente cães, gatos e aves possuem o aparelho auditivo muito sensível e são passíveis de estresse. Podem sofrer paradas cardiorrespiratórias, convulsões e diversos problemas de saúde”.

      A vereadora Valéria diz, categoricamente, que o projeto não tem a finalidade de acabar com a cultura dos espetáculos e festejos, apenas visa proibir que sejam utilizados artefatos que causem barulhos, estampidos e explosões, o que traz prejuízos à vida humana e animal.

 

CÂMARA SE PRONUNCIA

 

       Segundo o presidente da Câmara de Pesqueira, Wagner Cordeiro, “a maioria dos vereadores pediu para que o Projeto fosse alterado, pois falava em proibição e não especificava a quantidade de decibéis tolerada para os fogos”, informa.

       Wagner acredita que “por isso a maioria foi contra por achar que o Projeto não era claro. Foram 11 votos contra, dois a favor, uma abstenção de Zezinho e o presidente da casa não vota (Wagner)”.

Pesqueira: Vereadores vetam projeto que proibia fogos de artifício

 

 

 

Publicado por
em
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Linked In
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Deixe seu comentário Sua opinião é muito importante!