Terça, 20 de outubro de 2020 hh:mm:ss

Corrente do PSOL acusa integrantes do PSOL em Pesqueira de “racismo contra o Povo Xukuru”

Ala mais ferrenha do PSOL, a Insurgência, divulga Nota de Repúdio e diz “militantes do Psol Pesqueira se referiram com racismo ao povo Xukuru do Ororubá”. Presidente do PSOL de Pesqueira, Antônio Mota, respondeu…

Publicado em 9 de outubro de 2020 às 21:56
Atualizado há 1 semana

       A Insurgência, uma das correntes do PSOL em nível nacional, divulgou hoje (09 de outubro), uma Nota de Repúdio contra integrantes do PSOL de Pesqueira e no texto ainda os acusa de “racismo contra o povo indígena”.

       “Vimos nas últimas semanas com profunda surpresa mensagens de militantes do Psol Pesqueira se referirem com racismo ao povo Xukuru do Ororubá, por eles terem se transformados em adversários políticos no campo eleitoral”, diz um trecho na Nota.

       A Insurgência, segundo o próprio site da entidade, é uma corrente do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), “nascida em meados do turbulento 2013, como resultado da fusão de vários agrupamentos, além de muitos militantes independentes do partido”.

       A Nota de Repúdio vai mais além e diz taxativamente que “Lamentamos muito o fato do processo de candidatura do povo Xukuru não ser feito através do Psol, nós como partido temos que refletir a partir disso e debater com o povo Xukuru que tanto temos proximidade e relação como nossa luta deve continuar a caminhar”.

       A nota finaliza “informando ao Povo Xukuru do Ororubá e a militância do Psol Pernambuco que a Insurgência (tendência interna do Psol) entrará no Conselho de Ética Nacional do Psol contra todos os militantes que comentaram práticas racistas contra o povo Xukuru”.

VEJA A NOTA DA CORRENTE DO PSOL NA ÍNTEGRA

NOTA DE REPÚDIO AO RACISMO NA DISPUTA ELEITORAL DO PSOL EM PESQUEIRA – PE

       “Não há dúvidas que a candidatura do Boulos e da Sônia Guajajara foi um marco político para o Psol, momento em que foi estabelecido uma união política da luta da cidade e da floresta. Desde então, Sônia Guajajara, indígenas da APIB e indígenas filiados ao Psol tem realizado esforços políticos para assimilar as lutas indígenas e ecossocialistas no seio do partido.

       O Psol de Pernambuco iniciou assim um processo de construção histórica e política com o Povo Xukuru do Ororubá, na cidade de Pesqueira. Essa construção resultou em processos de fortalecimento para além das estratégias eleitoral, sabemos afinal que um partido socialista não tem como objetivo único as eleições, o voto é apenas uma das nossas estratégias.

       Lamentamos muito o fato do processo de candidatura do povo Xukuru não ser feito através do Psol, nós como partido temos que refletir a partir disso e debater com o povo Xukuru que tanto temos proximidade e relação como nossa luta deve continuar a caminhar.

       Temos nesse momento uma discordância de método durante o processo eleitoral em Pesqueira, entretanto tal situação jamais deverá ser motivo para o desembocar em reproduções de agressão e desrespeitos.

       Vimos nas últimas semanas com profunda surpresa mensagens de militantes do Psol Pesqueira se referirem com racismo ao povo Xukuru do Ororubá, por eles terem se transformados em adversários políticos no campo eleitoral.

       A relação do Psol com os povos indígenas e quilombolas estão além das disputadas eleitorais e ataques que questionem, depreciem ou satirizem a religiosidade da jurema sagrada, as vestimentas sagradas dos indígenas e o direito a terra dos DONOS dessa terra não devem ser toleradas por nenhuma hipótese no Psol Pernambuco. Disputa eleitoral não é motivo para perpetuamento do racismo e opressão aos povos indígenas.  

       Concluímos esse documento informando ao Povo Xukuru do Ororubá e a militância do Psol Pernambuco que a Insurgência (tendência interna do Psol) entrará no Conselho de Ética Nacional do Psol contra todos os militantes que comentaram práticas racistas contra o povo Xukuru.

       Nós da Insurgência – Psol pedimos sinceras desculpas pelo ocorrido e tomaremos as devidas medidas cabíveis para sanar esse comportamento em nosso partido”.

Insurgência – Tendência Interna do Psol

CANDIDATO A PREFEITO DE PESQUEIRA PELO PSOL EMITE NOTA DE INDIGNAÇÃO SOBRE A NOTA DE REPÚDIO

NOTA DE INDIGNAÇÃO

       Nós, que fazemos o PSOL Pesqueira, estamos profundamente indignados com a “Nota de repúdio ao racismo na disputa eleitoral do PSOL em Pesqueira”. Trata-se de uma verdadeira fake news! Senão, vejamos:

       – O PSOL Pesqueira tem como linha de atuação a defesa das minorias, da diversidade e de todos os povos, principalmente os indígenas;

       – Falam de forma genérica e sem apresentar provas. Estão mal informados dos fatos e com visão distorcida da disputa eleitoral local;

       – Debates acalorados pelas redes sociais e grupos de WhatsApp entre militantes adversários são corriqueiros e salutar para uma boa democracia, o Diretório do PSOL Pesqueira, desconhece qualquer fato fora desse contexto;

       – E quanto ao fato lamentado na nota, de que a candidatura do Cacique não está sendo construída junto com o PSOL, devem perguntar ao próprio, pois nós jamais estaremos com um partido do Centrão que tem em seus quadros os “bolsonaros das rachadinhas”, apoia a política genocida do governo federal e que não defende a causa indígena;

       – A Nota NÃO foi publicada pelo PSOL Pernambuco! Ela foi emitida pela tendência interna INSURGÊNCIA e com certeza, abastecida por uma minoria adversária e truculenta, que não aceita o bom debate democrático e tenta atingir nossa legítima candidatura à prefeitura;

       – Temos grande respeito pelo povo Xucuru, por suas lutas e seus líderes atuais e do passado. Mas, para o BEM DA VERDADE, faz-se necessário apontamentos de provas cabais! Ou então, um sincero pedido de desculpas pelo líder maior de seu povo.

Antônio Mota

Presidente – PSOL – Pesqueira

Voltar ao topo