Quarta, 23 de setembro de 2020 hh:mm:ss

Deputado paraibano morre no Recife

Genival Matias, vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba morre ao sofrer mal súbito em cima de moto aquática, no Recife.

Publicado em 19 de julho de 2020 às 17:45
Atualizado há 2 meses

       O deputado estadual Genival Matias (Avante) morreu no final da manhã deste domingo (19) ao sofrer um mal súbito quando pilotava um jet ski na Praia de Serrambi, em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco.

        O deputado estadual Felipe Leitão, também estava no local, pilotando outro jet ski, quando aconteceu a tragédia. Durante o passeio, Felipe e Mikika notaram que o jet ski de Genival teria parado e o parlamentar estava desmaiado em cima do veículo. De acordo com a prefeitura da cidade, o político morreu por volta das 10h30. Ele completou 53 anos há exatamente um mês.

       O deputado foi levado pelo amigo até a lancha onde estava a família, que o levou até um hotel, próximo ao local onde eles estavam. Quando a equipe do Serviço de Salvamento Marítimo (Salvamar) de Ipojuca chegou, Matias já estava morto.

HISTÓRICO

       O deputado Genival Matias estava no seu terceiro mandato, era o atual vice-presidente da Assembleia Legislativa, comandava o Podemos na Paraíba, atuava no ramo da mineração e construção civil. O parlamentar do Avante é irmão do prefeito de Juazeirinho, Bevilacqua Matias.

       Genival Matias tornou-se deputado estadual em 2010, pelo Partido Trabalhista do Brasil (PTB). Matias foi reeleito em 2014 e chegou ao seu terceiro mandato na Casa.

       Empresário do ramo da mineração e da construção civil, herdou a política de seu pai, o juiz federal Genival Matias, que foi vice-prefeito de Juazeirinho, no Seridó paraibano.

       Além de membro da Mesa Diretora, Genival Matias ele fazia parte da Comissão de Direitos das Pessoas com Deficiência.

Voltar ao topo