Sábado, 13 de abril de 2024 hh:mm:ss

FEMINICÍDIO EM PERNAMBUCO: Mulher de 37 anos é morta a facadas pelo companheiro

Tragédia em Ouricuri destaca urgência na luta contra a violência de gênero

Publicado em 27 de fevereiro de 2024 às 12:52
Atualizado há 2 meses

OURICURI (PE) – No último domingo (25), a cidade de Ouricuri, localizada no Sertão de Pernambuco, foi palco de um ato brutal de violência de gênero. Rosângela Eduarda da Silva, uma mulher de 37 anos, foi cruelmente assassinada a facadas pelo próprio companheiro, cuja identidade e idade não foram divulgadas pelas autoridades policiais.

O crime hediondo ocorreu nas imediações da Igreja do Bom Pastor, situada no bairro Santa Maria, chocando não apenas os residentes locais, mas também ecoando como um triste lembrete da persistência do feminicídio no país. Durante o ataque, um corajoso homem tentou intervir para proteger Rosângela, mas acabou também ele próprio ferido pelas mãos do agressor.

A rápida resposta das autoridades resultou na prisão do suspeito, que foi imediatamente conduzido à Delegacia de Ouricuri. A Polícia Civil do Estado de Pernambuco (PCPE) tratou o caso como feminicídio, um crime que se distingue pela motivação de ódio ou menosprezo à condição de mulher da vítima, e também como tentativa de homicídio.

O feminicídio de Rosângela Eduarda da Silva não é apenas mais uma estatística sombria, mas um lembrete contundente da urgência em abordar e combater a violência de gênero em todas as suas formas. A sociedade precisa unir esforços para garantir que tragédias como esta sejam prevenidas, e que mulheres como Rosângela sejam protegidas e empoderadas para viverem vidas livres de medo e violência.

Voltar ao topo