Sábado, 13 de abril de 2024 hh:mm:ss

HOMEM MORRE APÓS QUEDA DE MOTO EM PESQUEIRA. Tragédia na BR-232

Iran Daniel Mendes Galindo, 28 anos, não resistiu aos ferimentos após acidente na rodovia e faleceu na Unidade de Pronto Atendimento

Publicado em 19 de março de 2024 às 12:38
Atualizado há 4 semanas

PESQUEIRA, PERNAMBUCO – Uma tragédia abalou a comunidade de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, com a morte de Iran Daniel Mendes Galindo, de 28 anos, após uma queda de moto na BR-232. O acidente ocorreu na noite do sábado, dia 16, mas suas consequências fatais só se manifestaram na madrugada do último domingo, dia 17, quando Iran faleceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região.

Segundo informações obtidas junto às autoridades locais, Iran Mendes sofreu uma queda de moto enquanto trafegava pela BR-232, sofrendo escoriações leves. Contudo, mesmo com os ferimentos aparentemente superficiais, o jovem apresentou queixas de dores de cabeça ao dar entrada na UPA de Pesqueira. Apesar dos esforços médicos para estabilizá-lo, Iran não resistiu e veio a óbito.

O médico de plantão na UPA atestou o falecimento de Iran Mendes, desencadeando uma investigação para esclarecer as circunstâncias precisas que levaram à sua morte. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru para os procedimentos legais.

O falecimento prematuro de Iran Mendes deixou familiares e amigos consternados, ressaltando a importância da segurança no trânsito e a necessidade de conscientização sobre os riscos envolvidos na condução de veículos, especialmente em vias de alta velocidade como a BR-232.

As autoridades locais ainda não divulgaram mais detalhes sobre o acidente, mas reforçaram a importância da prudência e do respeito às leis de trânsito como medidas essenciais para prevenir tragédias como essa.

A comunidade de Pesqueira lamenta profundamente a perda de Iran Mendes e presta solidariedade aos seus familiares neste momento de dor e consternação. A investigação sobre as circunstâncias do acidente continua em andamento, enquanto a lembrança de Iran permanece viva entre aqueles que o conheceram e amaram.

Voltar ao topo