Sexta, 25 de setembro de 2020 hh:mm:ss

João Paulo surge como liderança política na área rural de Pesqueira.

Pré-candidato quer mostrar a força do campo, da agroecologia e da agricultura familiar

Publicado em 10 de agosto de 2020 às 15:20
Atualizado há 2 meses

       Não é de hoje que o líder rural e formando em Agroecologia João Paulo da Silva tem serviços prestados às comunidades rurais de Pesqueira. Sua vida, sua trajetória sempre foi de trabalhar pela melhoria da qualidade de vida do homem do campo.  

       Associativista, educador e ligado à juventude, desenvolveu um excelente programa de hortas comunitárias nas regiões de Papagaio, Papagaio de Cima e Salobro, sempre objetivando incluir a produção de hortaliças e frutas na merenda escolar.

       Desse amplo trabalho, que aliou a Educação à Agroecologia, nasceram coentros, cebolinhas, pimentões, couves e frutas que incrementaram a merenda escolar. “Tudo isso para despertar a conscientização ecológica nos alunos e membros da comunidade”, revela.

       João Paulo se especializa em agroecologia (através da SERTA – Serviço de Tecnologia Alternativa) justamente para implantar projetos inovadores que facilitem a vida do homem do campo.

       Dentre suas ideias, está a criação do SAMU Animal (atendimento veterinário de urgência), o Banco de Ração (silagem para o rebanho) e uma ação específica que forneça cuidados de emergência para os pets da área rural do município. “Quero também ajudar as famílias a terem mais ferramentas para ampliar a agricultura familiar”, destaca João Paulo, aos 34 anos.

EDUCAÇÃO

       Quando foi encarregado da Escola Municipal Orôncio Teixeira Gueiros, em Papagaio de Cima, João Paulo colaborou intensamente para a conclusão das reformas da escola. Lá, e em outras unidades escolares, além de sítios, implantou um projeto modelo de hortas comunitárias que até hoje beneficia toda a microrregião.

       Mas, João Paulo também é um entusiasta dos esportes e defende a participação das equipes rurais de várias modalidades esportivas nos campeonatos da cidade, além de uma agenda permanente de jogos esportivos em toda área rural de Pesqueira. Fez também um trabalho lidado à juventude católica, que participou do Dia Nacional da Juventude.

       Além disso, é integrante da Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Pecuaristas do Sítio Papagaio de Cima e Adjacências. Ao lado dos associados, quer solicitar mais apoio ao trabalho do homem do campo e de incentivo à agricultura familiar.

FORÇA POLÍTICA

       Todo esse trabalho e atendendo a pedidos das comunidades, João Paulo surge como uma nova liderança na Zona Rural de Pesqueira. “Meu trabalho não é só da área rural, mas de todo o município, afinal a força do campo é a grande mola da economia”, destaca.

       De família humilde, mas com uma visão muito ampliada, João Paulo aceitou ser pré-candidato a vereador nas eleições deste ano. Ele acredita que a força da zona rural pode gerar as conquistas do povo dos sítios, distritos e povoados.

       “Acredito estar trilhando o caminho certo, onde o objetivo é fortalecer meu nome neste período de pré-campanha para que depois das convenções seja de fato candidato”, diz ele, acrescentando que “que quer galgar uma cadeira na Câmara de vereadores com o propósito de trabalhar pelo desenvolvimento da cidade, dando assim, de forma efetiva, voz e vez as famílias do campo e da cidade”, pontua.

       Pesqueira sempre demonstrou um quadro forte na representatividade política advinda da zona rural. João Paulo, como pré-candidato da agricultura familiar, fortalece essa lista e seu objetivo ganha simpatia e confiança, não só nas comunidades rurais, mas também na área urbana da cidade.  

        Em entrevista, o líder João Paulo disse que “sua aproximação direta com o povo foi fator preponderante que o levou a decidir ser pré-candidato a vereador”. Segundo ele, “ouço e vou conhecendo os desafios das comunidades”.

        João Paulo também sonha em concretizar a geração de empregos diretos na zona rural. “Para que muitas famílias e também seus filhos, que infelizmente encontram-se trabalhando em outras cidades e até mesmo em outros estados, possam retornar à terra natal”, prega.

       “Por esse e outros motivos é que precisamos de uma gestão comprometida com o desenvolvimento de ações que fomente o crescimento econômico-social”, salienta João.

       Finalizando, João Paulo diz que é necessário “trabalhar projetos que ajudem verdadeiramente o homem do campo, facilitando a busca de financiamentos na rede bancária ou de projetos através dos governos estadual e federal”.

       “É uma honra ter a oportunidade em colocar meu nome à disposição da população de Pesqueira, em especial da zona rural da nossa cidade. Avalio que a política é a arte da construção do futuro coletivo. É a hora do homem do campo ser protagonista e ocupar o seu espaço. Estou preparado para ajudar o meu povo e quero ter a oportunidade de mostrar na prática que posso servir o povo da minha querida e abençoada Pesqueira”, arrematou.

Voltar ao topo