Quarta, 23 de setembro de 2020 hh:mm:ss

LAJEDO EM CHOQUE: Pré-candidato a vereador faz música debochando da morte de pacientes com o coronavírus

O atual prefeito de Lajedo, Rossine Blesmany, e a comunidade, estarrecidos, denunciaram o áudio

Publicado em 18 de julho de 2020 às 11:46
Atualizado há 2 meses

       No momento em que Pernambuco mais precisa de cuidados e medidas para conter a disseminação do coronavírus e toda sociedade se mobiliza para uma reabertura segura, gradual e eficaz, um pré-candidato a vereador em Lajedo, município do Agreste de Pernambuco, gravou versos de uma música debochando das mortes de pacientes com a covid-19 na cidade.

       O caso deverá ser denunciado ainda hoje (18 de julho). Nesta sexta-feira (17), enquanto toda a cidade se ressentia com a morte do comerciante Nivaldo da Farmácia, vítima do coronavírus, a “música tétrica” foi divulgada em grupos de WhatsApp e nas redes sociais.

       “Vai morrer mais um, vai morrer mais um, o povo tá morrendo e vai morrer de um em um”, diz os versos, considerados “deploráveis” pelos moradores.

O fato estarreceu toda comunidade, enquanto o comerciante ainda ia ser sepultado. Alguns líderes políticos da cidade acreditam que esse “negacionismo passivo”, não ajuda em nada o combate ao coronavírus.

CHEGADA DO CORPO DO COMERCIANTE NIVALDO DA FARMÁCIA A LAJEDO

Pelo contrário, “quando uma pessoa, que diz querer representar o poder legislativo lajedense, vem a público ridicularizar a morte pelo coronavírus, mostra que muitos ainda não estão preparados para servir o povo”, disse um líder da cidade.       

Fazer graça sobre o número as mortes pela pandemia registradas em Pernambuco são, no mínimo, irresponsabilidade e sadismo.

Voltar ao topo