Domingo, 27 de setembro de 2020 hh:mm:ss

Mãe de 4 filhos morre esfaqueada. Polícia caça o acusado da “barbárie de Mutuca”

Delegada diz que redes socias podem ajudar a localizar o acusado, que fugiu deixando “um rastro de violência e sangue” na casa da vítima: poças de sangue, móveis revirados e manchas nas paredes

Publicado em 18 de maio de 2020 às 11:50
Atualizado há 4 meses

       Mãe de quatro filhos, dois do próprio assassino, e dois de um primeiro relacionamento, a dona de casa Simone Costa de Farias, 23 anos, foi barbaramente assassinada a golpes de faca peixeira, ontem (domingo, 17) em Mutuca, distrito de Pesqueira (agreste de Pernambuco).

       Foi um crime bárbaro que chocou os moradores do distrito de Santa Terezinha (Mutuca) e de toda região. A população está revoltada e quer a prisão do acusado, que fugiu após o crime.

       Segundo as informações, o feminicídio ocorreu por volta das 20h15, quando o ex-companheiro da vítima, Lucas Bruno Bento, de 23 anos, conhecido por (Lucas Brown), entrou na casa de Simone e passou a golpeá-la com a arma branca. Vizinhos dizem que o acusado não aceitava o fim do relacionamento.

A irmã de Simone estava dormindo na casa na hora do crime e contou que acordou com os gritos da sua irmã pedindo socorro, já que o ex-marido agredia a irmã com vários golpes de faca. Amedrontada e temendo pela vida dos filhos, essa irmã retirou da residência um filho dela e mais três filhos da vítima, dos quais, dois são filhos do imputado.

Além da irmã, outras pessoas de Mutuca dizem que o acusado costumava bater na vítima e ameaçá-la de morte, mas que eles estavam separados a mais de um mês. Lucas Brown não aceitava a separação “teria ido tentar reatar o relacionamento”. Após cometer o crime, o acusado fugiu, deixando “um rastro de violência e sangue” na casa da vítima. Fotos impublicáveis mostram o horror que ocorreu na casa: Poças de sangue, móveis revirados e manchas nas paredes.

Acionada, a polícia ainda tentou localizar o prender Lucas Brown, mas já era tarde. Ele tomou destino ignorado. A Polícia Militar permaneceu no local aguardando a chegada da Polícia e Civil e do Instituto de Criminalística (IC) de Arcoverde, onde encaminharam o corpo para o IML de Caruaru.

       “Lamentamos o ocorrido. Mais uma vida é ceifada pela violência contra a mulher. Justiça seja feita”, diz um manifesto publicado nas redes sociais.

CRIME E EXPOSIÇÃO

       O suspeito foi identificado como sendo Lucas Bruno Silva Bento, conhecido como Lucas Brown, com 23 anos de idade e também residente no distrito de Mutuca, na zona rural de Pesqueira.

       A delegada do município de Pesqueira, Drª Poliana Nery, pediu que as pessoas usem as redes sociais para divulgar a foto do suspeito Lucas Brown, na tentativa de localizar o acusado de ter praticado o feminicídio contra a ex- companheira. Segundo um blog local, “a exposição da foto deve ajudar para que ele seja preso o mais rápido possível, pois é de interesse da Polícia Civil colocar atrás das grades o meliante Lucas, que praticou o crime no distrito de Mutuca”.

       Até a conclusão da reportagem (11h40, de segunda-feira), o acusado ainda não tinha sido preso.

Voltar ao topo