Quinta, 13 de maio de 2021 hh:mm:ss

MISTÉRIO: Agricultor “simplesmente sumiu”. Família de Poção (PE) procura homem há 2 anos

Familiares de “Paião”, que morava no distrito de Gravatá dos Gomes, em Poção, no Agreste de Pernambuco, estão desesperados e tentam encontrar o homem que sumiu sem deixar vestígios. Eles já procuraram em hospitais, IML e até temem que ele tenha sido enterrado como indigente

Publicado em 12 de abril de 2021 às 13:54
Atualizado há 1 mês

       Dois anos à procura de um parente sem nenhuma informação. É assim que a família de Adalto Araújo dos Santos (que teria completado 69 anos no mês passado), se sente e não entende um mistério sem solução que completa exatos dois anos neste mês.

       Adalto, conhecido também como “Paião”, foi visto pela última vez em Sanharó, em fevereiro de 2019. A irmã de Paião, Brasilina de Araújo Bernardo, registrou queixa um mês depois, no dia 29 de abril de 2019, na Delegacia de Pesqueira.

Na ocorrência ela diz que os familiares procuraram o irmão em toda região, em hospitais e até em IML’s do estado, mas Adalto, Paião, “simplesmente sumiu”.  

Dois anos depois, nem sinal de vida ou da morte do agricultor que morava em Gravatá dos Gomes. Muito tempo à procura de um ente querido, mas a família não desiste de encontra-lo. Agora oferece até uma recompensa de R$ 2 mil para quem tiver alguma notícia de “Paião”.

       O sumiço de “Paião” intriga parentes e a polícia, além de causar muito sofrimento. Ele simplesmente sumiu sem deixar vestígios. Ninguém sabe o que aconteceu. “Não sabemos se ele morreu, se foi enterrado como indigente, se está lúcido… Queremos encontra-lo”, disse um parente que manteve contato com a reportagem.         

A família diz ter esperanças de um encontro e pede: Quem tiver qualquer informação sobre o agricultor de Poção, Adalto Araújo dos Santos, 69 anos, que sumiu há dois anos em Sanharó, mantenha contato com o número (87) 98147-0408.

Voltar ao topo