Sexta, 30 de outubro de 2020 hh:mm:ss

Morador de Pesqueira recebe pacote de sementes da China por correio como “fragrans sachet”

Essa é a primeira vez que um caso do tipo é registrado na região. A Secretaria de Meio Ambiente de Pesqueira orientou o morador a lacrar as sementes e não plantar.

Publicado em 3 de outubro de 2020 às 12:24
Atualizado há 4 semanas

       Um morador de Pesqueira, cidade do Agreste de Pernambuco a 214 quilômetros do Recife, se surpreendeu ao abrir a embalagem de um produto que comprou pela internet, que chegou pelo correio em sua residência, na última quinta-feira (1º de outubro).

       Ao abrir o pacote de um telescópio portátil, se deparou com um envelope de papel denominado “fragrans sachet” contendo sementes. Inicialmente, o cliente pensou ser uma parte integrante do produto, já que vem com várias peças, mas ao abrir o saquinho encontrou várias sementes.

       As sementes, como mostram as fotos, realmente têm fragrância agradável, mas ele achou estranho depois que viu reportagens na imprensa e acionou a Secretaria de Meio Ambiente da prefeitura de Pesqueira. O órgão forneceu todas as orientações sobre como proceder: evitar plantar e lacrar o produto em saco plástico para evitar a germinação.

       Segundo o cliente, o produto adquirido (o telescópio portátil) veio em perfeito estado e com bom funcionamento. O que gerou a curiosidade e o temor foi o pequeno sachê com sementes odoríferas.       

O pacote do produto veio lacrado, sem sinais de violação e o cliente só notou que se tratava de sementes ao abrir o chamado “sachet fragrans”, que é ilustrado com um logotipo de uma “vaquinha ultrapassando uma cerca”.  

Voltar ao topo