Saúde

JUSTIÇA AFASTA SECRETÁRIA DE SAÚDE

Juiz afasta, em decisão liminar, a secretária de Saúde de Jupi. Ela é acusada de furar a fila e favorecer a imunização de fotógrafo. Ambos não são do grupo prioritário.

Por Flávio José Jardim atualizado há 3 anos
Publicado em 4 de fevereiro de 2021, 09h39

JUSTIÇA AFASTA SECRETÁRIA DE SAÚDE

       A Justiça determinou o afastamento da Secretária de Saúde de Jupi, município do agreste de Meridional Pernambuco. Em decisão limar, o juiz Paulo Ricardo Cassaro dos Santos determinou o imediato afastamento de cargo de Secretária de Saúde do município, Maria Nadir Ferro de Sá.

       Segundo as informações, ela vem sendo acusada de ter recebido uma aplicação da vacina CoronaVac, no dia 19 de janeiro, mesmo sem pertencer ao grupo prioritário. A Justiça aceitou uma ação civil pública de responsabilidade por ato de improbidade administrativa, ajuizada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

       De acordo com a acusação, Maria Nadir Ferro de Sá ainda autorizou a vacinação do fotógrafo José Guilherme da Silva (Guilherme G), que também não pertence a qualquer grupo prioritário.

       “A pessoa diretamente incumbida de coordenar os trabalhos na prevenção e combate da Covid-19, no ato mais importante da pandemia, a vacinação, demonstrou tê-lo feito com desvio de finalidade”, citou o juiz Paulo Ricardo Cassaro dos Santos, na liminar.

       O prefeito de Jupi, Marcos Patriota, que foi candidato único nas últimas eleições, disse que a secretária de Saúde já tinha sido afastada do cargo.

Fotógrafo que teria tomado a vacina

Você precisa estar logado para comentar. Por favor, faça login ou crie a sua conta.

Ainda não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Veja também