Segunda, 22 de abril de 2024 hh:mm:ss

ONÇA | Sobrevivência Milagrosa no Sertão! Mulher Escapa por um Triz de Ataque Brutal de Onça em Pernambuco

Agricultora de 58 anos enfrenta o terror no campo, sendo mordida por onça feroz; familiares pedem ação do IBAMA para evitar futuros ataques

Publicado em 16 de janeiro de 2024 às 11:57
Atualizado há 3 meses

CARNAUBEIRA DA PENHA, PERNAMBUCO – Uma tarde que era para ser tranquila se transformou em um pesadelo para uma corajosa agricultora de 58 anos, que escapou miraculosamente de um ataque brutal de uma onça no coração do sertão pernambucano.

        O incidente ocorreu no último sábado (13), quando a mulher se encontrava sozinha numa roça de capim em Carnaubeira da Penha.

        O animal feroz surpreendeu a vítima, mordendo suas pernas e braços, deixando-a em estado de choque. Por sorte, a mulher conseguiu se desvencilhar do predador e, com bravura, pedir socorro ao filho, que estava nas proximidades. O ataque selvagem ocorreu por volta das 17h20 na comunidade Riacho do Mundé, a cerca de 12km de Floresta, chocando toda a região.

        A vítima foi rapidamente socorrida e levada ao Hospital Coronel Álvaro Ferraz, onde recebeu os primeiros cuidados médicos. Por precaução, foi encaminhada para um hospital em Serra Talhada para receber a vacina antirrábica, retornando posteriormente para Floresta, onde permanece em observação.

        A família da corajosa mulher atacada pela onça agora clama por ação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Eles pedem uma investigação minuciosa sobre o ocorrido, destacando a necessidade de tomar medidas preventivas para evitar futuros ataques. O animal, que fugiu após o incidente, ainda representa uma ameaça, deixando a comunidade em alerta máximo.

        A população local está apreensiva, pois teme que outros ataques possam ocorrer se o felino não for localizado e controlado. O pedido da família é claro: o IBAMA deve intervir, garantindo a segurança da população e preservando a fauna local.

        O sertão de Pernambuco agora vive a tensão da coexistência entre o homem e a natureza selvagem, enquanto a valente mulher se recupera do encontro aterrorizante que teve com a onça. O drama pessoal se tornou um alerta para a necessidade de ações imediatas para evitar futuros episódios de terror no interior do estado.

Saiba Mais no Portal www.flaviojjardim.com.br (link nos stories).

Voltar ao topo