Quinta, 01 de outubro de 2020 hh:mm:ss

PESQUEIRA: Enterro de Paulinho “sai da Santa até cemitério de Pesqueira”, diz Toinho.

Sepultamento segue os protocolos. Paulo Cristovam, 55 anos, morreu devido a complicações da covid-19. Pesqueira lamenta a morte do empresário e comerciante.

Publicado em 30 de junho de 2020 às 08:49
Atualizado há 3 meses

       Após o anúncio do falecimento do empresário e sócio da Farmácia Santos Paulo Cristovam Leite dos Santos, Paulinho, 55 anos, na madrugada de hoje (30 de junho), os moradores de Pesqueira e família devem fazer o último adeus, daqui a pouco, por volta das 9h. O cortejo sai da entrada da cidade até o cemitério local.

       O sepultamento segue todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde, então, não haverá velório ou abertura de caixão. As pessoas devem acompanhar de carro ou ficar nas portas de suas casas para ver o féretro.  

Mais de 40 dias de luta. Foi assim toda trajetória de Paulinho contra o coronavírus. Nas últimas horas, teve uma piora no quadro clínico. A situação ficou crítica, depois que ele não conseguia mais respirar sem aparelhos.

Internado desde o dia 17 de maio, Paulinho, que estava internado no Hospital Santa Efigênia, em Caruaru, teve melhoras e pioras em toda sua internação.

       Uma traqueostomia foi realizada, mas o paciente não respondeu ao tratamento. Ele foi entubado, depois os tubos foram retirados e a situação tornou-se delicada.

       A família agradeceu as orações em cada momento da internação de Paulinho. A família sempre ficou ao lado, mas as notícias eram dadas apenas uma vez por dia, o que deixava os parentes apreensivos.

VÍDEOS E A TRAJETÓRIA

       Antônio Cristovam, Toinho da Farmácia, irmão de Paulinho, fez um vídeo desesperador logo quando houve o anúncio que ele, Paulinho e a mãe haviam tido contato com o coronavírus.

Toinho e a mãe foram curados. Paulinho ficou internado. O empresário Toinho fechou a Farmácia Santos por 15 dias enquanto fez o tratamento. Fez também um vídeo agradecendo a todos e anunciando sua cura, atestada pelo Dr. Vanbrugh Sá.

Já Paulinho continuou internado e os parentes crédulos que ele sairia curado. Os médicos decidiram fazer uma traqueostomia, que teve poucos resultados. O quadro clínico do paciente foi piorando e a família ficou aflita. Os médicos tentaram de tudo, mas a covid-19 foi enfraquecendo as defesas do organismo, segundo Toinho.

Hoje (30) de madrugada, Toinho também fez um vídeo com a triste notícia que Paulinho faleceu. Na mensagem, Toinho agradeceu a todos pelas orações e anunciou o falecimento do empresário e sócio e disse que, atendendo a todas as normas da Vigilância Sanitária, não haverá velório.            

O sepultamento acontece simples, como mandam as normas. Será daqui a pouco com o cortejo saindo da “Santa” entrada de Pesqueira e seguindo direto para o cemitério Cristo Rei, em Pesqueira. O caso de Paulinho foi o mais longo de permanência em hospital de pacientes com a covid-19 em Pesqueira. Foram dias tristes, onde Pesqueira orava e acreditava pela sua recuperação. O coronavírus foi vencendo pouco a pouco e terminou com a tragédia da morte do empresário Paulinho, anunciada nesta madrugada.

Voltar ao topo