Quinta, 24 de setembro de 2020 hh:mm:ss

Polícia Militar de Pesqueira informa que o acusado da morte de Simone não se apresentou. Ele foi capturado após campana.

Informação errada de que ele teria se apresentado partiu de um blog de Poção. Pela publicação disforme, pedimos desculpas à 8ª CIPM

Publicado em 21 de maio de 2020 às 07:39
Atualizado há 4 meses

       O acusado de assassinar barbaramente a ex-mulher, Lucas Bruno Bento, de 23 anos, conhecido por (Lucas Brown), foi capturado pela Policia Militar após diligências e campana. Ele foi preso ontem (19) à polícia pela equipe GT de Operações da 8ª CIPM. A informação de que ele teria se entregado é disforme, e partiu de um blog de Poção.

Veja a nota

SDS – PMPE – DINTER I – 8ª CIPM

PESQUEIRA – PRISÃO DE HOMICIDA

       Nesta data, 19 MAI 2020, por volta das 08:00, a equipe GT de Operações da 8ª CIPM logrou êxito na prisão do acusado de feminicídio, LUCAS BRUNO SILVA BENTO. O policiamento estava em diligências e fez campana desde o dia do fato (17 MAI 2020), e de forma ininterrupta chegou a localizar e prender o mesmo nesta manhã.

       Após a devida abordagem, ele confessou ter praticado o crime, tendo ocorrido após desentendimento com a vítima, SIMONE COSTA DE FARIAS, onde chegou a ter luta corporal, sendo o imputado lesionado pela vítima, na perna esquerda e na mão direita, porém sua investida contra sua companheira foi fatal.

       Diante do exposto, o acusado foi apresentado a autoridade policial em Pesqueira, para que sejam adotadas as medidas legais, onde foi lavrado o competente APFD.

TC QOPM – MARCELO

Comandante da 8ª CIPM

Polícia Militar de Pernambuco, Nossa Presença Sua Segurança

CRIME

       A dona de casa Simone Costa, 23 anos, foi morta a golpes de faca dentro de casa, em Mutuca, na zona rural de Pesqueira. O crime bárbaro chocou os moradores do distrito e de toda região.

       O feminicídio ocorreu na noite de domingo. O acusado, que é ex-companheiro da vítima, entrou na casa de Simone e passou a golpeá-la com a arma branca. Vizinhos dizem que o acusado não aceitava o fim do relacionamento.

       No momento do crime, a irmã de Simone estava dormindo na casa e contou que acordou com os gritos da sua irmã pedindo socorro, já que o ex-marido agredia a irmã com vários golpes de faca.

       Após cometer o crime, o acusado fugiu, deixando “um rastro” de violência e sangue: Poças de sangue, móveis revirados e manchas nas paredes.

       Após diligências e campana a PM prendeu o acusado.

Voltar ao topo