Quinta, 25 de abril de 2024 hh:mm:ss

POLÍCIA | Mulher é brutalmente assassinada a facadas durante discussão no centro de Arcoverde

Karla da Silva Pereira, de 32 anos, foi atacada após acusação de furto; suspeito está foragido

Publicado em 18 de março de 2024 às 12:00
Atualizado há 1 mês

ARCOVERDE (PE) – No silêncio sombrio da madrugada deste sábado (16), a tranquila Rua Estácio Coimbra, no coração do centro de Arcoverde, foi palco de um cenário de horror e violência. Uma mulher, identificada como Karla da Silva Pereira, de 32 anos, encontrou seu trágico fim após uma discussão acalorada que culminou em um ato brutal de homicídio. Golpes de faca peixeira perfuraram seu corpo, deixando uma comunidade consternada e as autoridades policiais em alerta.

O fatídico desenrolar dos eventos teve início em meio a uma acusação de furto, quando Karla se viu envolvida em uma discussão acalorada com um homem ainda não identificado pelas autoridades. Testemunhas relataram à polícia que a tensão entre ambos se elevou rapidamente quando o suspeito, em meio a acusações, exigiu a carteira da vítima.

O embate verbal logo se transformou em um confronto físico, com o agressor desferindo golpes de faca em direção à Karla. Os ataques violentos atingiram sua barriga e seu rosto, deixando-a gravemente ferida e com a lâmina cravada em sua face. Em um ato desesperado, Karla tentou fugir, percorrendo alguns metros antes de sucumbir à gravidade dos ferimentos, caindo próximo a um ponto de mototáxi na rua.

Apesar dos esforços dos serviços de emergência para salvá-la, Karla não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na manhã seguinte. Seu corpo inerte testemunhava a crueldade do ato que a tirou da vida.

O suspeito do homicídio, cuja identidade ainda é desconhecida, empreendeu fuga do local após o ataque, deixando para trás um rastro de medo e incerteza. Até o momento, seu paradeiro permanece envolto em mistério, enquanto as autoridades policiais locais intensificam seus esforços para localizá-lo e levá-lo à justiça.

O assassinato de Karla da Silva Pereira deixou uma comunidade chocada e entristecida, clamando por justiça e pela captura do responsável por esse ato hediondo. Enquanto isso, as investigações prosseguem, na esperança de trazer luz aos eventos que levaram a essa tragédia e garantir que os responsáveis sejam devidamente responsabilizados perante a lei.

Voltar ao topo