Sexta, 25 de setembro de 2020 hh:mm:ss

Sepultamento do Dr. Evandro Bezerra Cintra será às 10h, em Pesqueira

Médico faleceu ontem (14) no Recife, de infarto. Enterro seguirá normal da pandemia.

Publicado em 15 de maio de 2020 às 08:30
Atualizado há 4 meses

       As exéquias do médico pesqueirense Evandro Bezerra Cintra, 55 anos, serão hoje (sexta-feira, 15), logo mais por volta das 10h no cemitério local.

       A morte foi por infarto fulminante, mas como o médico estava na quarentena por força do Covid-19, o sepultamento seguirá os procedimentos exigidos pelas autoridades sanitárias.

       Segundo informações da família, o féretro vem do Recife e seguirá de carro pelas ruas de Pesqueira, rapidamente, mas com tráfego mais lento próximo aos Correios, onde o médico morou durante anos.

PROTOCOLO

       De acordo com o protocolo, os falecidos com COVID-19 podem ser enterrados ou cremados, mas os velórios e funerais de pacientes confirmados ou suspeitos da doença, que juntem muitas pessoas em um ambiente fechado, não são recomendados.

       Por isso, a cerimônia de sepultamento deve ocorrer rápida e de carro passando pelo centro de Pesqueira. A recomendação é se respeite a distância mínima de, pelo menos, dois metros entre as pessoas que estão no funeral, bem como outras medidas de isolamento social e de etiqueta respiratória, como o uso de máscaras

       Durante todo o velório o caixão deve permanecer fechado para evitar qualquer contato com o corpo. O protocolo recomenda ainda que seja evitada a permanência de pessoas que pertençam ao grupo de risco: idade igual ou superior a 60 anos, gestantes, lactantes, portadores de doenças crônicas e imunodeprimidos. Além disso a presença de pessoas com sintomas respiratórios também deve ser evitada como, por exemplo, febre e tosse.

COMOÇÃO

       Centenas de mensagens de condolências foram publicadas ontem e hoje (sexta-feira, 15) nas redes sociais. Pesqueira simplesmente foi “dormir” aturdida com a triste notícia do falecimento do médico, que era muito querido por toda sociedade.

       Dr. Evandro trabalhava na linha de frente contra a covid-19. Segundo familiares, o médico estava no final da quarentena, sem apresentar dores ou febre, mas veio a falecer de um infarto fulminante, ontem próximo ao meio-dia.

       O médico trabalhou em vários centros médicos do Recife e integrava a equipe do Hospital Português. Estava em quarentena após testar positivo para o coronavírus.

       “Seguirei em frente nesta batalha, mas caso eu venha a cair nesta guerra, não terei medo pois estarei nas mãos de Deus”, escreveu o médico, dias antes de falecer.

       “Atualmente essa é a minha missão, neste momento Covid 19. Vamos juntos com os colegas médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem e por aí vai. Vamos vencer, tenho fé”, pontuou, numa mensagem no Facebook.

COMPLICAÇÕES

       Considerado um excelente profissional, o médico era filho único e trabalhava na linha de frente do hospital contra o Covid-19. “Estamos todos consternados”, resumiu Jerson Bezerra de Carvalho, primo e amigo de infância do médico. Dr. Evandro Bezerra Cintra cumpria todos os trâmites da quarentena, imposta pela Covid-19, e estava confiante na recuperação. Tanto que ontem (14) pela manhã telefonou para uma prima em Pesqueira e disse que “ia sair dessa”.       

O médico faleceu de infarto, mas a coronavírus pode ter acentuado os sintomas. O sepultamento será rápido, mas significativo para todos os amigos e familiares. Pesqueira perde um de seus grandes nomes da medicina e a cidade entristeceu devido à partida precoce do Dr. Evandro, principalmente num momento onde todos estão apreensivos com a pandemia.

Voltar ao topo