Terça, 14 de julho de 2020 hh:mm:ss

Templos religiosos podem abrir a partir de segunda-feira (22).

Medida não vale para os 85 municípios do Agreste e Zona da Mata de Pernambuco que não mostraram tendência de queda no número de casos do covid-19

Publicado em 17 de junho de 2020 às 13:07
Atualizado há 4 semanas

       O Governo do Estado de Pernambuco anunciou hoje (17 de junho) a reabertura de templos religiosos, mesmo durante a pandemia do coronavírus. As igrejas e templos já podem reabrir a partir de segunda-feira (22).

       A ação é mais uma medida do plano de reabertura gradual da economia em Pernambuco. A reabertura não vale para as 85 cidades do Agreste e Zona da Mata de Pernambuco que não mostraram tendência de queda no número de casos do novo coronavírus.

       Os espaços religiosos tem que seguir uma série de medidas preventivas e limitar o público a 30% de sua capacidade.

       Os locais de celebrações devem respeitar o afastamento físico entre as pessoas, adotando medidas de proteção e de distanciamento social. Segundo a determinação do Governador Paulo Câmara, “pessoas do grupo de risco (idosos e portadores de comorbidades) e crianças menores de 10 anos devem permanecer em casa e acompanhar as celebrações por meios do rádio, televisão e internet.

       O uso de máscara continua obrigatório. A medida orienta que os templos disponibilizem acesso fácil a “pias providas com água corrente, sabonete líquido e toalhas descartáveis, sempre que possível”.

       Dentre as orientações lançadas pelo governo como medida de proteção, fica proibido o compartilhamento de materiais como bíblia, revista, rosário, jornais e elementos de consagração.

PESQUEIRA, POÇÃO, SANHARÓ, ALAGOINHA, LAJEDO E SÃO BENTO DO UNA, ALÉM DE OUTRAS CIDADES NÃO SE ENQUADRAM NA MEDIDA

Veja as cidades que ainda não poderão abrir templos:

III Geres: Água Preta, Amaraji, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu

IV Geres: Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim , Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.

V Geres: Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmerina, Paranatama, Saloá, São João, Terezinha.

XII Geres: Goiana, Aliança, Camutanga, Condado, Ferreiros, Itambé, Itaquitinga, Macaparana, São Vicente Ferrer, Timbaúba.

Voltar ao topo