Domingo, 21 de abril de 2024 hh:mm:ss

TRAGÉDIA NO AEROPORTO da Pampulha: Avião da PF cai e causa morte de dois policiais

O avião, que acabara de passar por manutenção, estava realizando um voo de teste após sair da oficina.

Publicado em 7 de março de 2024 às 22:55
Atualizado há 1 mês

Dois policiais federais perderam a vida em um trágico acidente que chocou o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), na tarde desta quarta-feira (6 de março de 2024).

        Imagens de uma câmera de segurança do aeroporto capturaram o momento assustador em que uma aeronave da PF (Polícia Federal) caiu logo após decolar, resultando em duas fatalidades e deixando um terceiro ocupante ferido.

        O avião, um Cessna Caravan 208, estava se preparando para decolar por volta das 14h13 quando, subitamente, perdeu estabilidade e começou a oscilar de forma irregular. Às 14h14, apenas um minuto após a decolagem, a aeronave mergulhou em direção ao solo, colidindo violentamente e iniciando um incêndio em uma área descampada dentro da Academia do Corpo de Bombeiros.

Os dois policiais federais a bordo, Guilherme de Almeida Irber e José Moraes Neto, infelizmente faleceram no local do acidente, enquanto o mecânico Walter Luís Martins, de uma empresa terceirizada, foi resgatado e levado ao hospital João 23 para receber tratamento médico.

A Polícia Federal já está empenhada em investigar as circunstâncias que levaram à queda da aeronave, e equipes de peritos e especialistas em segurança de voo e acidentes aéreos estão a caminho do local para auxiliar nas investigações.

Segundo informações, o avião, que acabara de passar por manutenção, estava realizando um voo de teste após sair da oficina.

        A nota oficial da Polícia Federal lamenta profundamente o ocorrido, expressando solidariedade aos familiares e amigos das vítimas, enquanto o Diretor-Geral da instituição, Andrei Rodrigues, planeja se deslocar até o local do acidente. Em sinal de luto, a Polícia Federal decretou oficialmente três dias de luto.

Voltar ao topo