Terça, 14 de julho de 2020 hh:mm:ss

“Vou me esfregar nela e contaminar todos os pacientes e colegas. Vai morrer todo mundo”, teria dito Técnico de Enfermagem do Hospital de Lajedo. Ele foi afastado

Em áudio estarrecedor, a voz que pode ser do funcionário, diz que “vou pegar essa doença e vir caladinho para o hospital e contaminar todo mundo. Vão morrer todos, será uma fila de caixões”.

Publicado em 3 de junho de 2020 às 21:36
Atualizado há 1 mês

       Um técnico de enfermagem do município de Lajedo (agreste de Pernambuco, a 194 quilômetros do Recife) foi denunciado à Justiça por praticar crime contra a Saúde Pública e por colocar em risco a vida dos funcionários do Hospital e da população de Lajedo.

       Ao saber que uma de suas colegas de trabalho, também técnica de enfermagem, testou positivo para o Coronavírus, o servidor da Saúde tomou uma atitude inesperada, que no mínimo atenta contra a ética de sua profissão.

Ele gravou um áudio ameaçando “se esfregar na colega contaminada” para contrair o coronavírus e depois “ir caladinho ao hospital para contaminar a todos, pacientes e colegas”. As frases são fortes e ele chega a dizer que “Vai morrer todo mundo” e “será uma fila de caixão na cidade”.

O prefeito de Lajedo, Rossine Blesmany, tomou uma decisão imediata e forte. Gravou um vídeo denunciando o caso e afirmou que o servidor deve responder pelos seus atos a Justiça. Veja O vídeo do prefeito Rossine.

Voltar ao topo