Sociedade

MEDICINA E FÉ | Médica conta como a tia venceu a Covid-19. “Prova Viva do Milagre. A Misericórdia de Deus é Infinita...”

Médica Mariana Almeida conta com a tia, que é enfermeira, venceu os momentos mais difíceis das complicações ocasionadas pelo coronavírus. Veja essa emocionante história da cidade de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco

Por Flávio José Jardim atualizado há 3 anos
Publicado em 30 de março de 2021, 08h58

MEDICINA E FÉ | Médica conta como a tia venceu a Covid-19. “Prova Viva do Milagre. A Misericórdia de Deus é Infinita...”

       “Hoje podemos comemorar uma vitória que está longe de ser mérito nosso, mas muito mais da misericórdia de Deus conosco! Os mais próximos a mim souberam da luta que passamos desde o dia 26 de fevereiro de 2021.

       Tia Vera, minha tia e madrinha, agora nosso milagre, entrou pra estatística do Covid-19. Enfermeira, já depois da primeira dose da vacina, mas não foi o suficiente e a doença veio com gravidade.

       Em 72h, após o internamento, ela estaria sendo intubada. Veio uma lesão de traqueia com 4,5 cm que causou um enfisema subcutâneo extenso, pneumoperitônio e pneumomediastino; apenas pela extensão da lesão a indicação era de abordagem cirúrgica, mas essa não foi a vontade de Deus.

       Em 48h a lesão estava completamente coberta por tecido cicatricial para confusão dos médicos assistentes e honra e glória de Deus.

       Precisou entrar em ECMO – Oxigenação Extracorporal da Membrana (e louvado seja Deus por uma das poucas máquinas disponíveis ter sido usada nela), vieram sangramentos eventuais por risco inerente à máquina, inúmeras transfusões sanguíneas.

       10 dias em ECMO, inúmeras broncoscopias para acompanhar a lesão de traqueia e limpeza das vias aéreas. Sepse e choque séptico grave por mediastinite. Traqueostomia, várias sessões de hemodiálise por disfunção renal, além de disfunção hepática grave pelo contexto infeccioso...

       Como se não bastasse, veio um acesso de tosse que a fez exteriorizar o traqueóstomo e apresentar uma Parada Cardiorrespiratória por hipóxia e por cerca de 10 minutos ela precisou ser reanimada...

       Foram 26 dias que se passaram entre intubação, ECMO e traqueostomia, até ser decanulada ontem...

       Foi difícil estar no lugar de médica e familiar nesse momento. Por várias vezes precisei ter conversas difíceis, trazer notícias ruins que não somos ensinados a fazer na faculdade.

       Por várias vezes mais, meus colegas profissionais de saúde presenciaram minhas lágrimas, de alguém que compreendia a gravidade iminente de cada situação, mas que não se permitia perder a fé. A fé em um Deus que é capaz de realizar coisas extraordinárias, um Deus que tudo pode, o Deus do impossível!

       E todas as vezes que eu entrava no leito de UTI era sim pra observar o estado clínico, analisar exames, avaliar prescrição, tomar conhecimento de condutas.

       Mas, essencialmente, era pra pegar o terço de Nossa Senhora de Fátima, que esteve durante todos os dias preso ao leito dela, e implorar pela ação da Divina Providência na vida da minha tia e, mais importante ainda, agradecer por mais um dia de luta.

       Hoje, num sábado, dia reservado a Nossa Mãezinha, a Virgem Santíssima, ela pode finalmente receber alta da UTI, comendo por via oral e com sua consciência completamente recuperada, sem danos neurológicos.

       Padre Pio esteve presente, São Miguel nos protegeu, Nossa Senhora intercedeu e Deus pôde agir e realizar um milagre a cada dia. Eu não tenho como não louvar, servir e amar este Deus! Obrigada, Senhor.

       Texto: Mariana Almeida

VEJA ALGUNS DOS COMENTÁRIOS PUBLICADOS NAS REDES SOCIAIS SOBRE O CASO DA ENFERMEIRA VERA, EM PESQUEIRA (PE).

Lila Marilin

Realmente o milagre aconteceu!!! Toda honra e toda glória a Ele nosso Deus todo Poderoso!!! Bençãos continuem sendo derramadas na vida dela !

Agenilton Sena

Graças à Deus que Nossa Senhora continue na restaurando sua saúde

Walquiria Tenorio

Glória a Deus. Que lindo testemunho de vida. Que lindo a fé e a esperança que todos os familiares tiveram. Em nenhum momento se afastaram de Deus e de Nossa Senhora. Deus seja sempre louvado.

Lenilda Lima

Louvado seja Deus!

Sherlanne Alves

Bendito e louvado seja, para sempre!

Torres Maria

Graças a Deus.

Daisy Mary

Amiga, que depoimento emocionante! Quantas dificuldades a sua irmã enfrentou! É um lindo testemunho da tua sobrinha, que enfrentou tudo isso de perto. Verdade amiga minha irmã foi muito valente e guerreira, puxou a nossa Mama. E Mariana Almeida foi muito forte e uma profissional brilhante, além do mais em muitos momentos protegeu a todos nós familiares filtrando o que podia ser falado em c cada momento crítico da saúde da própria tia/madrinha. Ela é nosso orgulho e merece todo nosso reconhecimento.

Mônica Leite de Almeida

       Percebi que ela teve que ser forte e isso não é fácil. Tiro o chapéu pra ela. Mas tua família tem essa característica.

Genilza Oliveira

       Deus e Nossa Senhora são maravilhosos.

Você precisa estar logado para comentar. Por favor, faça login ou crie a sua conta.

Ainda não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Veja também