Sociedade

CORONAVÍRUS | Casos sobem em Alagoinha (PE) e prefeitura redobra os cuidados

Casos ativos em domicílio eram 51 na última segunda-feira (10 de maio), agora já somam 93. Prefeito Uilas determinou endurecimento das restrições. Decreto proíbe consumo de bebidas em bares, restaurantes e similares

Por Flávio José Jardim atualizado há 3 anos
Publicado em 13 de maio de 2021, 17h20

CORONAVÍRUS | Casos sobem em Alagoinha (PE) e prefeitura redobra os cuidados

ALAGOINHA - Os casos ativos em domicílios de contaminados com o coronavírus tiveram um aumento exagerado nesta semana em Alagoinha, município do Agreste de Pernambuco.

       Na segunda-feira, 10 de maio, os ativos em domicílio somavam 51 casos. Hoje (13 de maio), chegam a 93. Um aumento considerável foi registrado.

       Por isso, o prefeito Uilas Leal (PSB) e toda equipe de saúde do município, emitiram nota e tomaram medidas mais rígidas. Segundo a nota “Com o aumento considerável de casos positivos para Covid-19 em Alagoinha, nos vemos no dever de tomar medidas mais rígidas para evitar que aconteça um colapso em nossa Unidade de Saúde”, diz a nota.

       Entre as novas regras, prossegue a nota, “estão a restrição de circulação de pessoas nas ruas e a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos, em bares, restaurantes e similares”.

       O prefeito foi às redes sociais e à rádio dizer que “Continuo pedindo a ajuda de todos vocês: usem máscara e álcool 70, respeitem as orientações sanitárias, evitem aglomerações e só saiam de casa apenas para o necessário. Estamos trabalhando dia e noite para controlar essa situação e prevenir que vidas sejam perdidas. Conto com vocês”, solicitou o prefeito Uilas Leal.

AÇÕES

       Além da visita a 55 estabelecimentos no município, onde a equipe de Saúde, levou orientações sobre o uso de máscara, medidas de etiqueta respiratória, higienização do local, uso de álcool 70 e organização de filas, a prefeitura vem pedindo o apoio de toda comunidade no sentido evitar mais aumentos de casos.

       “A colaboração da população é imprescindível nesse momento, assim, vocês também evitam que as Unidades de Saúde fiquem sobrecarregadas e impossibilitadas de atender os pacientes. Só com a colaboração de todos, a gente se ajuda e se protege”, disse o prefeito.

Você precisa estar logado para comentar. Por favor, faça login ou crie a sua conta.

Ainda não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Veja também