Sociedade

CRIME DE GUENES | “Nenhuma imagem de câmeras foi capturada até o momento”, diz o delegado Dr. Bruno Gabriel

Crime do Secretário de Articulação Institucional de Pesqueira foi notícia em todo o país. Delegado diz que as diligências continuam

Por Flávio José Jardim atualizado há 3 anos
Publicado em 9 de junho de 2021, 11h34

CRIME DE GUENES | “Nenhuma imagem de câmeras foi capturada até o momento”, diz o delegado Dr. Bruno Gabriel

PESQUEIRA – Com as informações das investigações do crime do secretário Wellington sob sigilo, o delegado Bruno Gabriel, responsável pela Delegacia de Pesqueira, informou hoje (09 de junho), apenas que “Não temos mais nenhuma informação adicional”.

       “Continuam as diligências, mas nenhuma imagem foi capturada até o momento”, resumiu o delegado.

       As informações do assassinato do Secretário de Articulação Institucional da Prefeitura de Pesqueira, Wellington Guenes – morto barbaramente na última segunda-feira (07) numa emboscada com dois tiros de espingarda 12 - estão sob sigilo para não atrapalhar os rumos da investigação, mas a repercussão do caso é enorme.

NOTÍCIA EM TODO O PAÍS

       Vários veículos de imprensa de todo o país (conforme reprodução abaixo) publicaram reportagens sobre o assassinato de Wellington, que era peça-chave no governo municipal.

       Sua função era estratégica e ele tinha uma ligação enorme com o prefeito Bal de Mimoso, com todos os secretários e com Cacique Marcos Luidson, secretário de Governo e Planejamento da prefeitura.

ENTENDA O CASO DO SECRETÁRIO

       O secretário de Articulação Institucional da prefeitura de Pesqueira, Wellington Guenes, de 41 anos, foi assassinado na noite desta segunda-feira (7).

       A emboscada ocorreu na frente do prédio da prefeitura, quando o secretário saia de uma pequena comemoração do aniversário do prefeito Bal de Mimoso.

       Segundo as investigações, quando Guenes saiu da prefeitura, se dirigiu para o carro que estava em frente à prefeitura. Nesse momento, foi surpreendido por um indivíduo de arma em punho (aparentemente uma espingarda calibre 12), que efetuou dois disparos na vítima. Ele morreu no local.

       Segundo informações dadas por funcionários da prefeitura à polícia, um homem estava escondido entre dois carros estacionados aguardando a saída de Wellington Guenes.

       A Delegacia de Polícia Civil de Pesqueira continua as investigações. Ontem (08), centenas de pessoas compareceram ao velório do secretário, realizado no centro Municipal (Ford), e em seguida acompanharam o sepultamento no cemitério de Pesqueira. Segundo o delegado, as investigações estão sendo realizadas sob sigilo.

Você precisa estar logado para comentar. Por favor, faça login ou crie a sua conta.

Ainda não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Veja também